Vivendo melhor fase da carreira, Guilherme “The Prodigy” tem estreia marcada no LFA

Por Lucas Rodrigues

Uma das personalidades mais autênticas e polêmicas do MMA brasileiro, o manauara Guilherme “The Prodigy” fará sua estreia pelo LFA no próximo dia 20. O lutador enfrentará o compatriota Bruno Souza pela 95ª edição do evento, que acontecerá no estado do Kansas, Estados Unidos. A edição em questão também marcará a estreia do multicampeão de Kickboxing Alex Poatan na organização americana.

“The Prodigy” buscará mais uma vitória no próximo dia 20 (Foto: Future MMA)

Vindo de vitória no Future MMA 9, em outubro do ano passado, Guilherme buscou novos ares. O peso-pena, que até então morava na Flórida e treinava na American Top Team, resolveu mudar-se para a Califórnia, onde passou a integrar o plantel de atletas da Team Alpha Male, equipe liderada pelo Hall da Fama do UFC Urijah Faber. E foi também por intermédio de Urijah que o “Prodígio” recebeu a oportunidade de estrelar o card do LFA 95:

“Recebi o convite através da Team Alpha Male. Recentemente fiz essa mudança de equipe, pois treinava na American Top Team, na Flórida e, por motivos pessoais, acabei me mudando para a Califórnia. A princípio (a mudança) era só para trabalhar, mas nesse período conheci o Felipe Bragiao, um dos professores da Team Alpha Male e primo do Fábio Pateta (um dos headcoaches da equipe). Chegando lá, eles me apresentaram ao Urijah Faber e então, através dele, tive a oportunidade de integrar a equipe. Me sinto muito honrado por estar recebendo essa oportunidade de representar a academia pela primeira vez.” – conta.

Guilherme com sua filha e sua esposa ao lado de Faber (Foto: Arquivo Pessoal)

Com apenas 23 anos e já somando um cartel de 8 vitórias em 10 lutas, Guilherme “The Prodigy” medirá forças com outro prospecto brasileiro de sua divisão. Vindo de duas vitórias consecutivas na organização, o carateca Bruno “The Tiger” Souza será o adversário do manauara em seu próximo combate.

A larga experiência de Bruno no Karatê parece não impressionar “The Prodigy”. Esbanjando confiança, como de costume, o atleta da Alpha Male projeta uma vitória por nocaute sobre Bruno Souza, aplicando algum golpe oriundo da arte marcial predileta de seu oponente:

“Meu adversário veio do Karatê, já foi campeão mundial e é o “queridinho” do Lyoto Machida. Então liguei para meus amigos do Dojô Ryuzo Kan e estamos o estudando. Meu objetivo é nocauteá-lo com um golpe de Karatê. Quero provar para o mundo que eu sou o melhor em qualquer vertente!”

Ousado, Guilherme quer usar o Karatê para nocautear seu oponente carateca (Foto: Future MMA)

Por conta da pandemia, a estreia de Guilherme no LFA será, talvez, a sua primeira luta sem a presença de seu pai no córner. Impedido de entrar nos EUA por conta da pandemia, Ocimar Costa muito provavelmente não estará ao lado de seu pupilo neste combate. Segundo o peso-pena, esta ausência poderá trazer ao cage um “The Prodigy” mais agressivo do que nunca, o que pode, na sua visão, causar consequências devastadoras ao seu adversário:

“Essa luta vai ser muito especial, pois tudo indica que será a primeira vez que não terei meu pai, Ocimar Costa, no córner. Ele não está podendo entrar nos EUA por conta da pandemia, então eu realmente não sei o que os fãs vão assistir lá dentro. Um louco sem coração devorando tudo o que for oferecido? Não sei. Incrível como minha raiva só cresce com o passar dos anos. Se não fosse o meu pai na minha última luta, no Future 9, eu teria pulado o cage e lutado contra todos os caras da Chute Boxe? Com certeza! Se eu tiver que lutar sem meu pai ao meu lado, no córner, com certeza vai ser uma grande guerra, com muita confusão. E acredito que é isso que quem gosta de MMA quer ver, né? Essa é a minha vida! Esse ódio eu carrego comigo desde moleque!” – garante o “Prodígio”.

Perguntado sobre o seu próximo passo na carreira, em caso de vitória no dia 20, o lutador afirmou não se importar com o mesmo. Após passar por um período turbulento, Guilherme quer apenas seguir lutando. Para ele, a oportunidade no UFC virá no tempo certo e assim poderá retribuir o apoio daqueles que estiveram ao seu lado em tempos difíceis:

“O próximo passo, após essa vitória no LFA, realmente não me importa. Eu já superei tanta coisa na minha vida, como a passagem pela cadeia há 1 ano atrás. Estava preso, mesmo sendo inocente e só depois que viram que eu não tinha culpa, que retiraram todas as queixas contra mim. Hoje podemos sonhar com o UFC, pois estamos com o nome limpo. Acredito que tudo vem no seu tempo e essa oportunidade virá para eu deixar todo mundo que me ajudou milionário!” – finaliza.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s