Salomão Ribeiro vibra com grande ano e vislumbra chance no ADCC

Crédito foto - Copa Podio
Foto: Copa Pódio

Aos 32 anos, Salomão Ribeiro é um nome conhecido do cenário brasileiro e internacional de Jiu-Jitsu. Com mais de 20 anos de experiência na arte suave, já que começou a treinar com apenas 9 anos de idade, na Academia Gávea Jiu-Jitsu, do professor José Henrique Leão em 1996, Salomão revelou que a paixão pela arte suave acabou acontecendo por acaso em sua vida:

“Como vi o Judô nas Olimpíadas, queria treinar a modalidade, mas na época o que consegui foi uma bolsa nessa academia para treinar Jiu-Jitsu, pois não tinha condições financeiras para fazer o que eu queria.” – conta.

Dentre os principais títulos que o atleta da Alliance acumula na faixa-preta estão o Sul-Americano da SJJSAF, o Campeonato Brasileiro da CBJJ e o Mundial No Gi da CBJJE, além de diversos estaduais. Com uma grande bagagem na arte suave, Salomão também passou longos anos lutando MMA onde somou um cartel com 5 vitórias em 10 lutas disputadas na carreira. Atualmente focado apenas no Jiu-Jitsu, o atleta vibrou com o grande ano que vem tendo nos tatames:

“O primeiro semestre de 2019 foi muito bom, fui campeão do Mundial sem Kimono da (CBJJ), lutei a Copa Podio, e fui vice-campeão do ADCC Trail na decisão dos juízes.”

Crédito foto - Copa Podio (2)
Foto: Copa Pódio

Em ação do Mundial No Gi, Salomão ainda ficou com o bronze no absoluto, além do título na categoria, mesmo com uma lesão no músculo peitoral. Já no ADCC, apesar da prata na seletiva, a final teve uma decisão polêmica, a ponto dos próprios organizadores do torneio questionarem a decisão do combate. Vencedor da seletiva de 2017 do ADCC, Salomão está esperançoso em ter uma chance na edição desse ano apesar do segundo lugar:

“Estou em contato com os organizadores do ADCC por uma vaga na categoria até 99kg (acho que tenho grandes chances) que será no dia 25 setembro. Caso esteja no Brasil, o que acho improvável, devo lutar o brasileiro sem kimono.” – finalizou o atleta.

Além de aguardar pela oportunidade de lutar no ADCC, maior torneio de lutas agarrada do planeta, Salomão Ribeiro também visa a disputa do Mundial sem kimono que acontece em dezembro nos Estados Unidos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s