Conheça Joanderson “Tubarão”, uma das principais promessas do MMA brasileiro

Por Lucas Rodrigues e Leandro Mamute

Sem saber o que é perder desde 2015, o peso-pena Joanderson “Tubarão” é considerado por muitos uma das principais promessas do MMA brasileiro. Com 11 triunfos em 14 lutas, o atleta vem de uma vitória espetacular no LFA 65, em que precisou de apenas 44 segundos para nocautear o perigoso Jose Mariscal. Sempre sincero e confiante, o representante da Chute Boxe Bauru conversou com o Main Event e contou um pouco sobre sua vida, como começou no MMA e quais serão seus próximos passos no esporte.

joa4
Com 11 vitórias na carreira, Joanderson “Tubarão” é uma das principais promessas do Brasil no MMA (Foto: Divulgação/Future FC) 

Começando pela infância, Joanderson conta que a mesma foi tranquila. Nascido no Maranhão, o lutador mudou-se ainda garoto para o Amapá, mais precisamente em Laranjal do Jari, cidade onde teve seus primeiros contatos com a luta:

“Eu tive uma infância normal. Nasci no Maranhão, onde morava com minha mãe adotiva. Era uma infância tranquila. Após isso, fui morar com minha outra mãe, biológica, em Laranjal do Jari, no Amapá. E lá no Laranjal do Jari, em vez de futebol, toda a molecada curtia lutar. Então tive o meu primeiro contato com a luta por isso, por ser algo comum por lá,  por hobby.” – conta.

Diferente da maioria dos atletas, “Tubarão” afirma que nenhum outro lutador o inspirou à ingressar nas artes marciais. Desde sempre mostrando personalidade, Joanderson afirma que a sua principal motivação para se tornar lutador era ser reconhecido:

“O que me motivava, me inspirava, era a fama e o desejo de lutar. Queria que o pessoal me olhasse como lutador. Era mais pela fama e pela adrenalina de subir no cage e trocar socos. Queria ser lutador.” – lembra “Tubarão”.

joa5.jpg
Foto: Thunder Fight

Mas as particularidades de Joanderson no esporte não param por aí. Ao contrário da maioria dos atletas de artes marciais mistas, que iniciam suas trajetórias no mundo da luta em alguma modalidade específica para posteriormente se testar no esporte, o peso-pena começou sua carreira de lutador já no MMA.

E a carreira de lutador de MMA é algo que realmente encanta Joanderson “Tubarão” até os dias de hoje. Feliz na profissão, o atleta diz adorar seu estilo de vida e, em especial, as viagens:

“Eu amo viajar, então isso para mim é a melhor parte em ser lutador de MMA. A gente está sempre conhecendo pessoas novas, culturas diferentes e isso é algo que gosto muito.” – declara Joanderson.

Com apenas 24 anos, o maranhense possui um cartel invejável no MMA. De acordo com o Sherdog, o atleta soma 11 vitórias em 14 lutas. Porém, Joanderson afirma que muitas de suas lutas não foram registradas oficialmente no site:

“Na verdade, a maioria da galera do Norte/Nordeste não tem suas lutas registradas no Sherdog. Eu comecei minha carreira, me mantive invicto por 10 lutas e então perdi. Depois disso, fiz mais umas 11 ou 12 lutas. No Sherdog, tenho 11-2-1 (V-D-E), sendo que esse empate nunca existiu. Mas tudo bem! Eu acredito que tenho mais ou menos umas 40 lutas na carreira e apenas 5 derrotas se somar tudo.”

joa2
O atleta da Chute Boxe Bauru não sabe o que é perder há 4 anos (Reprodução: Instagram)

Os resultados expressivos de “Tubarão” chamaram a atenção do Future MMA, hoje considerado o maior evento de artes marciais mistas da América Latina. Esta era a chance que Joanderson precisava para dar o próximo passo em sua carreira:

“O Future é um grande evento e tem uma equipe que conhece a maioria dos atletas que estão em ascensão. Eles ficam sempre de olho, buscando esses atletas e assim foi comigo. Através do meu empresário e do meu mestre, foi feito o contato com o Lucas e o Jorge e aí eles me convidaram para lutar. Foi uma grande oportunidade.” – conta o atleta.

No Future, o peso-pena mediu forças com o então invicto Estabili Amato, na luta que, até o momento, era a mais importante de sua carreira. O jovem de 20 anos vinha de uma incrível sequência de 9 vitórias consecutivas e Joanderson tinha a dura missão de proporcioná-lo o primeiro revés na carreira. Missão que foi cumprida com muito êxito: “Tubarão” finalizou Amato com uma bela guilhotina no segundo assalto de luta. Uma grande vitória, que lhe rendeu um contrato com o LFA, um dos principais eventos de MMA do planeta e o que mais cede atletas para o Ultimate.

joa
Joanderson deu show no Future MMA 2 e garantiu um contrato com o LFA (Foto: Divulgação/Future FC)

 

Em sua estreia no LFA, Joanderson teria pela frente Jose Mariscal. Atleta natural de Illinois, Mariscal vinha de vitória na organização e era visto pela mídia especializada como uma das joias da divisão. Apesar de reconhecer as qualidades de seu adversário, “Tubarão” sempre manteve-se confiante e ciente de que, caso conseguisse impor o seu jogo, Mariscal seria apenas mais uma vítima:

“A TV americana tratava o meu adversário como um dos caras mais cotados para lutar no UFC até então. Ele era um cara muito duro, versátil, mas eu sabia do meu potencial. Sou um atleta mais experiente e o meu estilo dificulta a vida dos meus adversários. Eu vou pra cima, tanto nocauteio quanto finalizo, então, independente do nível ou do estilo do meu adversário, eu me torno perigoso porque vou sempre para fazer uma guerra. E foi o que aconteceu.”

A estreia de Joanderson “Tubarão” em solo estadunidense aconteceu no LFA 65, em maio deste ano (Foto: Divulgação/LFA)

Com um nocaute espetacular em apenas 44 segundos de luta, o brasileiro colocou definitivamente o seu nome no mapa da divisão. Uma vitória impressionante, que foi difícil até mesmo para o próprio Joanderson assimilar:

“Eu não sei explicar (a sensação de vencer no LFA), só sei que foi uma sensação muito boa. A ficha demorou alguns dias para cair. Foi uma grande vitória.” – lembra “Tubarão”

Joanderson não tomou conhecimento de Mariscal e atropelou o americano em sua estreia no LFA (Foto: Divulgação/LFA)

Perguntando sobre o seu próximo passo na carreira, “Tubarão” sonha alto. O peso-pena diz já merecer uma chance no UFC e garante que, ao chegar na maior organização de MMA do planeta, não será apenas mais um. Determinado, o atleta da Chute Boxe Bauru quer escrever seu nome na história do evento:

“Eu tenho muito planos, mas, o principal, com certeza é chegar ao UFC. Não sei mais o que fazer para me chamarem, não sei em quem mais eu tenho que bater. Sou um cara sincero… no momento, não me vejo com o cinturão do UFC, mas me vejo sim no top 5 da divisão, sendo um problema para todo mundo. Sei que posso ser um daqueles caras que entram na organização e ficam décadas por lá, porque eu tenho o que eles querem. Vou pra guerra sempre, busco dar show, faço lutas que as pessoas pagam o ingresso pra assistir. Quero minha chance, tô pronto pra chocar o mundo.” – garante Joanderson “Tubarão”.

 

 

4 comentários

  1. Joanderson tubarao e o melhor na minha opinião, eli sabe da o show, as lutas dele e uma adrenalina que todos ficam na expectativas que vem pipoco louco….vem explosão ,o tubarao ja era pra esta no UFC.
    No dia que eli tive no ufc nesse dia elis vao ver que foi a melhor coisa que elis fizeram ….pq o LUTADOR e muito bom.

    Curtir

  2. Eu acredito muito no potencial desse “cara”, Joanderson vai ser campeão mundial do UFC, só aguardem, é uma questão de tempo. Pra cima guerreiro, você é MONSTRO!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s